Guidão com pegada cafe racer para a Sportster

Sportster-Clubman-Handlebar.1

A Harley-Davidson acaba de lançar uma nova versão do guidão clubman para a Sportster. Como ele é quase 8 centímetros mais baixo que o original, ele faz com que o piloto fique mais debruçado no tanque,  deixando a posição de pilotagem com uma pegada mais esportiva (aliás, sugiro ler o post “Sportster de esportiva sim senhor” para entender mais porque ela é uma Harley com uma personalidade tão própria).

É uma boa opção para quem quer algo na posição dos clip-ons, mas não quer mexer muito na moto. Já vem pronto para passar a fiação por dentro, e está disponível em preto e cromado. O preço é de 199 doletas nos EUA, e foi feito para Sportsters de 2010 pra cá (não me pergunte porque, ainda estou tentando entender a diferença).

Confira mai sobre eles aqui e aqui no site oficial da senhora Davidson.

Sportster-Clubman-Handlebar.2

 

 

Autorizada da Harley na Finlândia

Continuando nosso tour pelas autorizadas da Harley pelo mundo, dessa vez vamos para a Finlândia de onde o leitor Thigo Evaristo mandou algumas fotos. Ele escreve:

Bayer, minha visita foi na Cidade de Tampere, cerca de 150km da capital Helsinque. É uma loja nova e um pouco diferente, ela fica as margens da rodovia principal que liga Tampere a cidade de Nokia. Todo dia eu passava por lá. Meu contato disse também que existe outra loja que vende HD’s em Tampere, mas aquela loja era nova e nem ele havia visitado, apesar de ele ser um biker.

A loja é bacana e o pessoal foi atencioso, só não deixaram tirar muitas fotos e a oficina estava fechada, mas a atendente me contou que ali era uma espécie de sítio pois aquela estrada onde se localizava ligava a rodovia principal a pequenos condomínios entre as duas cidades.

Tinham alguns souvenirs e algumas motos no showroom mas achei tudo bem caro, para um brasileiro rsrsrsrs. seguem as fotos.

Na foto na frente da loja sou eu e meu amigo de lá o Jarkko.

20140415_154937

20140415_154945

20140415_154953

20140415_155114

20140415_155155

Milwaukee Rally 2015

Algumas fotos que um leitor do Wisconsin mandou do Milwaukee Rally deste ano, assim como outros eventos que ele participou.

Para quem reclama dos preços de moto por aqui, uma nota que só aumentar sua revolta: ele comentou que uma Crossbones 2008, com menos de 5 mil quilômetros e em estado de zero, sai pelo mesmo preço que a Sportster do mesmo ano que ele vendeu por aqui com 50 mil quilômetros.

DSC01791

DSC01804

DSC01818

DSC01822

DSC01834

DSC01836

DSC01844

DSC01845

DSC01850

DSC01851

DSC01887

DSC01897

IMG_5443

O perigo das estradas de mão dupla

Quando estou com minha família, sempre evito estradas de mão dupla. De moto, fico com o alerta ligado no 110%. Passei muitos anos viajando em estradas como essa, e uma coisa que sempre foi recorrente foi poder testemunhar a irresponsabilidade de certos motoristas.

Cansei de ver caminhão ultrapassando pelo limite da pista, sem visão do que vinha depois da curva. Motoristas forçando ultrapassagens, mesmo ao ver carros na pista contrária. Sem falar nos Jaspions que não aprenderam a fazer curva e vão parar na outra pista.

No caso do vídeo acima, um imbecil conseguiu acertar dois carros diferentes. E se fosse uma moto? E se fosse um pai de família com crianças no carro?

O que mais me enoja no nosso país é a falta de fiscalização e punição. Aqui lei é rígida, e a fiscalização frouxa, enquanto que em qualquer país desenvolvido é justamente o contrário.

Aposto que radar de velocidade caça-níquel tem a dar com pau nessa estrada, além de blitz exclusiva para motos. Mas policial fazendo fiscalização (e não é em blitz sem sair do lugar, é fazendo ronda com a viatura e encostando quem sai da linha, como se faz em qualquer país decente), é coisa cada vez mais rara. Até mesmo porque a nossa legislação bizarra não permite, e criou essa coisa de diversas polícias diferentes, com atribuições diferentes, que não faz o menor sentido a não ser para quem está dentro delas.

Enquanto isso os governantes preferem colocar um radar, é mais barato e dá mais lucro. E as mortes nas estradas continuam. A insegurança continua.

Aí eu lembro do Gabriel o pensador…

Chad Wadsworth e as fotos do MotoGP

A maioria das fotos da cobertura do MotoGP são bem parecidas, já que o que sai nos sites e revistas necessita ter uma aparência editorial, sem muita personalidade, e raramente vemos o estilo do fotógrafo por trás delas.

Felizmente, esse não é o caso do fotógrafo Chad Wadsworth, que publicou algumas fotos bem legais do último Moto GP Grand Prix das Americas em um review para a Sony A7II que ele usou no evento.

Para conhecer mais sobre o fotógrafo, acesse chadwadsworth.com, e para ver mais fotos dessa série, confira a matéria no stevehuffphoto.com, um blog dedicado a fotografia.

Third annual MotoGP at COTA in Austin, TX, USA on 12 April, 2015.

Lifestyle

Third annual MotoGP at COTA in Austin, TX, USA on 12 April, 2015.  Third annual MotoGP at COTA in Austin, TX, USA on 12 April, 2015.

Third annual MotoGP at COTA in Austin, TX, USA on 12 April, 2015.

Third annual MotoGP at COTA in Austin, TX, USA on 12 April, 2015.

Third annual MotoGP at COTA in Austin, TX, USA on 12 April, 2015.

Lifestyle

Todas as fotos Copyright de Chad Wadsworth.

 

Yamaha Drag Star do Guilherme Castro

11148941_10206446929395773_1342543856_n

O Guilherme mandou várias fotos da sua Drag Star, cheia de detalhes e completamente transformada. Ele escreveu:

Antes de começar a customização peguei a expressão “pensar fora da caixa” em um dos seus posts. Pois bem, depois de quase um ano de pesquisas e frituras mentais, eis que resolvi bancar o projeto. Rabisquei alguma coisa no papel, levei pro Carlos Lima, assimilei umas idéias dele e depois de dois meses e 22 dias com a moto desmontada na oficina dele, e comigo participando de cada etapa, está ai o resultado da minha versão para o “pensar fora da caixa”. Mesmo com muitas críticas durante o projeto, saiu uma belezura e, contando as pequenas mudanças que fizemos na alma dela, carburação e ciclística, uma delícia de se pilotar: Drag Star Ducktail

Desculpe as fotos meia boca e a moto suja, mas sujou porquê eu fiz pra usar, afinal.

Não tem que se desculpar Guilherme, moto foi feita pra rodar!

11148871_10206446928995763_814175496_n

11137052_10206446929195768_624816930_n

11119074_10206446929275770_916253619_n

11127966_10206446929155767_946104920_n

11128165_10206446929515776_1630837548_n

11146148_10206446929075765_1537007101_n

A second look – campanha de conscientização

Ao invés de gastar quantias astronômicas fazendo filmes publicitários que mostram a inauguração do metrô, a grandiosidade da Petrobrás em tempos de crise ou as ciclofaixas nas capitais, seria muito melhor se a verba astronômica de publicidade do Governo fosse usada para campanhas de conscientização, como essa feita pela Washington Motorcycle Safety Program.

E está lançada a campanha: mostre esse comercial para alguém que anda de carro. Se alguém quiser legendar e botar no YouTube, me avisa que eu republico.

Dia do Eds Briao na fan page do Old Dog Cycles.

Giovanni Burlando’s Vision

Belo vídeo feito e enviado pelo Ugo Rooffi, contando a história das corridas de montanha na visão de Giovanni Burlando, que tem 75 anos de idade e participou de mais de 850 delas. O vídeo também mostra um pouco da sua oficina e as motos que ele mantêm sozinho: Ducati 250, Benelli 250, Aletta 125 e Motobi 250.

Espero chegar aos 75 conseguindo enrolar o cabo como ele. Está em italiano com legendas em inglês.

Harley nega garantia a veterano por causa de… bandeiras

Essa é novidade. Um veterano dos EUA, que alega ter rodado mais de 2.5 milhões em motos da marca Harley-Davidson, teve a troca da sua embreagem negada na garantia de sete anos sem limite de quilometragem por causa de duas bandeiras que foram instaladas na própria concessionária.

Segundo a Harley, as bandeiras aumentam a resistência ao vento e a moto não foi projetada pra isso. A garantia está em vigor, eles apenas se recusam a trocar a embreagem.

O veterano está indignado com a Harley, mas disse que não vai abandonar a marca. Uma história que muitos de nós conhecem muito bem…

A matéria original, dica do Rodosol, você pode ver no site da Fox 6 News.

PS: Eu deixei a garantia em negrito no texto, porque é isso mesmo que vocês leram. É uma garantia estendida que pode ser adquirida no dealer americano. Há poucos anos atrás, essa garantia custava o mesmo que fazer três revisões básicas na autorizada daqui: US$ 1.800..