As motos do Exterminador do Futuro

Pouca gente se lembra mas, muito antes de se tornar o garoto propaganda mais famoso da Harley Davison, o Terminator andava pelas ruas da Califórnia em uma Honda 750 Four 1972′, com direito a fairing e tudo.

Não foi uma grande participação no filme, mas o T-800 já mostrava que tinha gosto pela coisa. Foi só com o lançamento do filme O Exterminador do Futuro 2 que, tanto o personagem, quanto a moto que ele pilotava, se tornariam lendas do cinema.

A Harley Davidson FLSTF Fat Boy havia sido lançada um ano antes do filme. Mas sua participação foi uma grande vitrine para a marca, e a moto se tornou um sucesso ainda maior de vendas. A lenda urbana diz que ela foi batizada com os nomes das duas bombas atômicas que foram despejadas no Japão em 1945: “Fat Man” e “Little Boy”. O nome seria uma vingança simbólica as japonesas, que haviam dominado a década de 70 e 80, fazendo com que a Harley quase fechasse suas portas.

No entanto, isso é apenas uma lenda. Em 91 a indústria americana já havia se reerguido, e a fabricante de Milwaukee teria tido sérios problemas com a onda do politicamente correto que estava surgindo nessa época. A verdade é que bastava olhar para a moto para entender de onde veio o nome. Era uma moto grande, encorpada, que se diferenciava muito do que havia no mercado nos anos 90. Uma gorda, como é apelidada carinhosamente até hoje.

Como bom fã da franquia, vou fingir que aquele bizarro terceiro filme não existe**. O que nós leva para O Exterminador do Futuro: A Salvação, onde fomos apresentados a um novo conceito: as Mototerminators. Foi muito divulgado na mídia que elas são feitas em cima das Ducatis Hypermotards, mas isso não importa muito, já que estão irreconhecíveis, inclusive no que diz respeito ao som.

Um última consideração: a Fat Boy da época do filme já é considerada um clássico, sendo uma moto colecionável. O motor Evo, aliado aos pneus fininhos, a diferenciam muito dos modelos atuais. Alguns puristas, inclusive, acreditam que ela deveria ter recebido um novo nome após a adoção do pneu de 200mm, algo como “Fat Boy II”. Ela, certamente, já está na lista das minhas 1001 motos para pilotar antes de morrer.

Indian Chief Terminator 3

** Mas se você insiste, a moto do T3 é uma Indian Chief 2002 disfarçada de moto policial. É um dos modelos da Indian anteriores à compra pela Polaris, em uma das malsucedidas tentativas de reviver a marca. Chegaram a lançar até uma Indian Chief T3 Special Edition, com pintura repleta de chamas, para comemorar as cenas “explosivas” do filme.

8 ideias sobre “As motos do Exterminador do Futuro”

  1. o terceiro filme, realmente é ruim que dói, mas o Arnoldão aparece pilotando uma “indian” de polícia. Tá certo que essas indians novas são umas Heritage com para-lamas envolventes, mas deveria constar da lista mesmo assim, não?

  2. Umas das poucas cenas de filme que nunca esqueci é aquela do bar, quando o Arnold entra (literalmente) sem nada e sai devidamente trajado, armado, motorizado e ao som de Bad to the Bone.
    Você vê isso quando criança e pensa: ” Esse cara é Deus!” hahaha…
    Vai ser foda assim na casa do ca*****

  3. Eu como amante do motociclismo fora de estrada não posso deixar passar o fato de que no segundo filme Jhon Connor pilota uma Honda XR80 ou XR100, com motor quatro tempos que inexplicavelmente faz barulho de dois tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *