Barn find

Um dos meus sonhos de "barn find": a lendária Vincent.
Um dos meus sonhos de “barn find”: a lendária Vincent.

Nos EUA é comum ouvir a expressão barn find, algo como “achado de celeiro”, para se referir a algo raro ou desejado, que foi encontrado esquecido e abandonado em algum lugar. E como muitos, também sonho com um achado desses.

51zoVxhfekLPor isso gosto muito de um livro chamado The Vincent in the Barn: Great Stories of Motorcycle Archaeology, escrito por Tom Cotter. Ele conta diversashistórias de motos achadas em celeiros, sotãos, quintais, e da volta delas ao mundo dos vivos. Hoje o livro virou uma série de sucesso, com alguns outros títulos, mas não tive a oportunidade de ler todos.

Infelizmente, se um bar find é relativamente raro nos EUA, no Brasil é praticamente impossível, especialmente quando se tratam de Harleys. As poucas que surgem desmontadas em caixas, são vendidas por preços de motos restauradas, e não falta gente com uma talão de cheques gordo para pagar o que se pede nelas, inflacionando ainda mais este mercado.

Mas é o que dizem, a esperança é a última que morre. Ainda vou achar a minha Knucklehead (por um preço justo) perdida no porão da casa de alguém por aí…

12 ideias sobre “Barn find”

  1. Por uma dessas coincidências da vida, estou esperando chegar o ultimo livro que adquiri na Amazon:

    The Harley in the Barn: More Great Tales of Motorcycles Archaeology
    Cotter, Tom,Simmons, Pat; Hardcover

    Lembrando que livro ainda não paga imposto de importação !

  2. Bayer.
    Em primeiro lugar, parabéns pelo seu blog! Acompanho todos os dias as suas publicações.
    Quanto as relíquias abandonadas, posso me considerar um cara de sorte… acho que é a ferrugem que tenho no sangue, já tive o privilégio de encontrar dois carros (Buick Electra Limited 1973, Ford F100 1964), atualmente uma Shovelhead 1968 e uma Vespa 1959 que estou restaurando. Mas realmente está cada vez mais difícil de comprar veículos antigos, tudo muito inflacionado e fora da nossa realidade.

    1. Que da hora heim Julio?!
      Cara, eu tenho um Ford Maverick 1975 há 12 anos… Na real, nunca me preocupei em “restaurar” pra ficar zero bala, sou um aficcionado por Rats… Mas preocupo apenas com o importante nele pra poder rodar, e sinto muito bem assim… Foi a realização de um dos maiores sonhos possíveis… E amo esse carro, estando bom ou não… Agora, só falta a casa própria e a Deluxe mesmo pra completar todos os sonhos!!! \m/

  3. Acho q vou entrar nesse universo pelo outro lado. Tenho uma Harley 08 q não vendo mais, espero juntar pelo menos mais uma e ficar bem velho, eu e elas, quem sabe daqui muitos anos não serão uma grata descoberta p alguem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *