Motores “genéricos” de Harley-Davidson?

Clones de motores HD: do Knucklehead ao Twin Cam.
Clones de motores HD: do Knucklehead ao Twin Cam.

Existe uma máxima no mundo das motos que diz que uma pessoa pode construir uma Harley-Davidson inteirinha sem usar nenhuma peça original da Harley. Isso é uma grande verdade, que inclui até o motor e câmbio.

Quando você assiste a um programa como Biker Build-Off ou American Chopper, e vê um motor novinho saindo da caixa, saiba que aquele não é um motor Evolution ou Knucklehead original da Harley-Davidson, mas sim um dos seus muitos clones fabricados por terceiros (para saber mais sobre os motores da HD, sugiro o post “Mas afinal o que é panhead, knucklehead, shovelhead e afins?”).

Isso acontece graças a certas leis de copyright americanas que permitem que diversos elementos de um motor sejam copiados após o vencimento de suas patentes. E como os motores da Harley ficam em média 15 anos no mercado até serem substituídos por um projeto mais moderno, são perfeitos para serem copiados.

Pela bagatela de US$9.095, esse motor Knucklehead pode ser seu.
Pela bagatela de US$9.095, esse motor Knucklehead pode ser seu.

Foi nos anos 90, com a súbita popularização da marca, que esse mercado de clones ganhou força. Com a enorme procura pelos novas motos da Harley-Davidson, a fila de espera por alguns modelos podia chegar a quase dois anos, por isso alguns customizadores começaram a fabricar motos do zero para atender a demanda. É aí que entra em cena a famosa S&S, que já possuía um motor parcial na sua linha de produtos, mas passou a fabricar clones completos para atender esse mercado, assim como várias outras fabricantes.

A febre por esses motores clonados foi tamanha, que alguns especialistas acreditam que a Harley precisou contra atacar lançando o Twin Cam apressadamente no final dos anos 90, substituindo o tão amado Evolution. Muitos alegam que esse clones dos motores Evolution feitos por empresas como a S&S e afins, estavam se tornando muito superiores aos originais da Harley, desenvolvendo mais potência com maior confiabilidade.

A Harley nega, e alega que os motores Twim Cam foram desenvolvidos pois o projeto do Evolution havia chegado no limite do desempenho e da capacidade volumétrica. Seu projeto simplesmente não permitia mais, e era preciso começar do zero. No entanto, fabricantes de clones conseguiram desenvolver com sucesso motores Evolution que chegavam a 2.360cc e que superavam os 120 HPs, gerando um torque brutal, o que jogou o argumento da HD por água abaixo.

A verdade é que a entrada do Twin Cam foi apressada pois era uma motor que contava com uma proteção mais ampla de copyright, e ficaria longe de outros fabricantes por um bom tempo.

O resultado disso, muitos de nós viveram na pele: Twin Cams com problemas de circulação de óleo, de durabilidade e principalmente de aquecimento. Apesar de muito ter sido feito para melhorar os dois primeiros itens, ele continua sendo reconhecidamente um dos motores que mais gostam de fritar os ovos (ou ovários) de seus ocupantes. Foi por isso que neste ano a Harley lançou o projeto Rushmore, e passou a fabricar uma versão do Twin Cam refrigerada à agua (apesar de ter dado um nome diferente para o sistema para não assustar os puristas).

Mas voltando ao assunto, o que é realmente interessante nos clones é a possibilidade de poder se comprar um motor belíssimo como o Knucklehead, mas com todos os aperfeiçoamentos que a tecnologia permite. São motores duráveis, que não sofrem com a falta de confiabilidade, vazamento de óleo e pouca potência dos seus irmãos originais. É por isso que tem muita moto com cara de clássica por aí, mas que já deixou Twin Cam comendo poeira na hora de sair no semáforo…

Muitos fabricantes famosos, como Indian Larry, usavam clones em suas motos. (Ou você achava que existia um galpão secreto com um suprimento inesgotável de motores antigos em algum lugar dos EUA?)
Muitos fabricantes famosos, como Indian Larry, usavam clones de motores clássicos em suas motos.
(Ou você achava que ele tinha um galpão secreto com um suprimento inesgotável de motores antigos?)

21 ideias sobre “Motores “genéricos” de Harley-Davidson?”

    1. Vou tentar descobrir mais, mas quando se usa uma patente (e não tenho certeza de que o movimento possa ser patenteado) você paga royalties para quem registrou a idéia. Bem provável que a S&S pague alguns para a HD, e para mais alguns inventores por aí…

  1. A fama dos Evolution vem exatamente das melhorias que puderam ser feitas nos originais HD. Por exemplo, cada vez que um Evolution abria o bico estourando rolamentos de comando, trocava-se tudo por aftermarkets melhores que os originais, e assim por diante.

    Dificilmente se encontra um Big Twin Evoluiton original rodando, quase todos receberam aperfeiçoamentos pelas quebras que sofreram.

    O mesmo não acontece com os Twin Cams, que em relação aos Evolutions originais HD representam uma evolução na confiabilidade. Pelo menos essa é uma afirmação bastante encontrada nas revistas ianques e no livro do Donny Petersen que fala dos Twin Cam (Donny´s Unathorized Technical Guide to Harley Davidson 1936-2008).

    O TC88 foi projetado para usar carburação e opcionalmente injeção eletrônica (as malditas Magneti Marelli) e como carburado é um bom projeto e bem mais eficiente que o Evolution, não só pela maior confiabilidade como por entregar mais potência e torque que o Evolution original HD.

    Abandonar a Magneti Marelli e adotar a Delphi representou um avanço na eletrônica embarcada e deu mais confiabilidade ao motor injetado. Problemas de lubrificação e comando de válvulas foram diminuídos com o TC96 (meu favorito com representante dos Twin Cam para figurar na galeria de motores clássicos da HDMC). Os TC103 são uma adaptação CVO que virou equipamento de série com as restrições ambientais e não duvido que o TC110 siga o mesmo caminho com a implementação do Rushmore Project, mas é um projeto em fim de vida que o aftermarket não vai encarar exatamente devido ao sucesso dos motores clássicos que tem mercado bem definido e onde os Twin Cams são muito criticados.

    Eu sou bem curioso sobre a nova família de motores que vai substituir o Twin Cam, mas o Evo, Knucklehead, Shovel e Panhead genéricos vão resistir enquanto os fãs mais tradicionais existirem.

  2. Gostaria de saber onde encontro peças de motor evolution aqui no Brasil ? Obs sportster 883 com o kit da 1200 : ( generico H D ) como diz no site ! pois a minha depois de uns 200 mil km apresentou um barulho e o mecanico me recomendou trocar – kit de bielas 1800,00 – aneis 220 ,00 – pistão – 500,00 -retifica cilindros 180,00 – rolamentos 140,00 + 120,00 + 240,00 reais . isso tudo com mão de óbra 4.580,00 .

      1. Ola pessual me chamo nelson sou mecanico de motos a quazi 30 anos e vendo estas postajen ai me surprendo sera porque no brasil tanta ladruajen po vejo essas motos la fora tão baratas e até mesmo peças e aqui no brasil infelismente só uma pessoa bm susedida no mercado a consegui adiquirila uma alto çç

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *