9 ideias sobre “Indian Chief 2014 na Jay Leno’s Garage”

  1. Eu ri quando o Jay Leno disse “… a Indian fica louca comigo quando eu chamo isso de ‘pacote Village People'” quando se referiam às franjas de couro da Indian. (aos 5:29)

    Ok, é uma puta máquina! Lindíssima e tal, mas será que sou só eu que acha que é meio “waaaaay too much”?

    Tipo, aquilo deve ser um inferno de calor, consumir uma obscenidade, e o conserto de um ‘farolzinho’ daquele deve ser uma facada. Com um cutelo… Enferrujado… No meio da espinha.

    Ou será que é só porque eu não me encaixo no público-alvo?

    1. Eu também acho “way too much”.

      Mas aguardo uma releitura da Scout. Se continuar com esse cuidado da marca, acredito que vá ser uma moto interessante.

  2. Parece ser uma moto bem robusta e, com certeza, tem seu apelo junto ao público das tourings. Se vier para o Brasil, vai vender bem, desde que o preço seja competitivo frente às concorrentes.
    A que mais me agrada é a Chief Classic.

    Abraço.

  3. Humm, bem, eu concordo parcialmente com o Guina. A Indian disputa os mesmos clientes da Victory (entenda-se “pessoal endinheirado que quer uma Touring clássica exclusivona sem ser Harley”).

    A minha opinião (e eu não sou ninguém) sobre o desenho dela: bem, eu acho impecável. LINDA! Mas jamais teria uma. É meio que uma escultura de aço, não uma moto. Ou melhor, é como um carro de museu. Pagaria ingresso pra ficar olhado. Mas não rodaria com um.

    1. Na verdade, não. A Indian é da mesma empresa que a Victory. A Polaris fabrica ambas.

      Nos EUA, boa parte do mercado é das cruisers, e a Victory comeu boa parte do mercado que queria algo mais moderno como as japonesas, mas não abria mão de uma moto americana. Mas ela não faz sucesso com o pessoal mais tradicional, e tem muita dificuldade de roubar clientes da Harley. A Indian foi a resposta para isso, uma moto com tradição americana na sua história, e com apelo vintage no visual.

      1. Agora que você falou, fui pesquisar e… caramba, fato! Tá tudo em casa, é tudo Polaris! Foi mal pela presunção.

        Conheço a pegada de design da Victory há alguns anos, (antes nunca tinha ouvido falar) assim como também já estou sabendo do retorno da Indian há muitos meses, (já que foi amplamente divulgado em todas as revistas) mas não tinha sacado isso que você falou.

        A Indian e Victory são basicamente irmãs! E a Indian é só uma forçada da Polaris de finalmente ameaçar a hegemonia da dinastia Harley. Tudo faz sentido, agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *