De além mar: Suzuki Intruder 1400

O Francisco Matias nos escreve de Portugal, mostrando mais uma moto rara de se ver por aqui: uma Intruder 1.400 1994, que ele comprou de um único dono, que a teve por 16 anos e havia cuidado muito bem dela. Gostei particularmente do detalhe da lanterna. Ele escreve:

Depois de ter passado por desportivas e super-desportivas decidi que precisava de mudar para algo mais calmo e que me permitisse mexer, quer em termos de estética quer em termos de mecânica e aí fica o resultado conseguido ao fim de praticamente um ano.

Nessa Intruder mudei ambos os guarda lamas, tirando os originais que são bem pesados e colocando na traseira um guarda lamas de uma marauder 800 em PVC que eu mesmo alterei e na frente um modelo standard também em PVC, ponteiras de escape curtas, os coletores de escape tinham o cromo muito desgastado com pontos de ferrugem, optei por colocar malha.

Na iluminação, lanterna traseira artesanal “ROYAL” e piscas traseiros fazem luz de presença e stop, na frente faróis auxiliares em baixo junto da mala de ferramentas.
Coloquei também comandos avançados, tendo para isso que trocar tubos de travão e o local onde os pousa-pés são fixos, tive também que aumentar o veio das mudanças.

No volante, optei por um drag bar, tendo colocado fios elétricos no seu interior, para que o drag bar sobressai-se optei por substituir o conta quilómetros original por outro mais pequeno colocado em local mais baixo e menos central. Coloquei ainda as luzes de neutro e de óleo dentro de uma soqueira verdadeira que fixei na mesa.
Banco feito à medida, mais curto e mais baixo.

A nível de mecânica, simples mudança de óleo, filtro de óleo, substituição dos filtros de ar por filtros KN laváveis, valvoline no cardam da transmissão, velas e substituição dos discos de embraiagem.

Bom, é uma breve descrição de grande parte do trabalho que realizei ao longo destes quase 2 anos que tenho a mota, com excepção dos tubos de travão e da pintura, tudo o resto foi feito no meu “laboratório”, muita adaptação, muita peça trabalhada e feita á medida, até mesmo a preparação das peças para pintura foi feita em casa com alguma fibra de vidro.

IMG_1930

IMG_1922

IMG_1924

IMG_1926

IMG_1927

IMG_1919

IMG_1920

19 ideias sobre “De além mar: Suzuki Intruder 1400”

  1. Só não gostei das manoplas, mas isso é gosto pessoal meu. De resto, linda! Essa moto é um monstro! Pena que aqui não seja comum, os que a tornam uma alternativa cara, e as poucas que tem são atodas originais.

    Eu faço parte da comunidades internacionais de Intruder, e é incrível como essa motoca é bem cotada lá fora.

  2. Saúde & Paz.
    Linda moto e muito bom gosto.
    O detalhe da lanterna “Royal” matou a pau. Criativo.
    Só pecou nos parafusos da placa, merece uns parafusos cromados.
    Abçs e boas aceleradas.

    1. Obrigado Ninja!
      Desde muito cedo que aprendi que a coisa que deve ser mais mal tratada e nunca lavada numa mota é a placa… Por causa delas chegam a casa as mais variadas despesas… multas de velocidade, pagamento de auto estradas…

      Obrigado… Forte abraço.

  3. Parabéns pelo bom gosto e criatividade.
    Realmente te ficou linda.
    Me desculpe, mas não tem como não rir com os termos utilizados em Portugal como o conta kilometros e o guarda lamas.
    A lanterna ficou sensacional.
    Abraço !

  4. Se não conhecesse o trabalho diria só que estava bom.
    Mas com o conhecimento do empenho e dedicação deste amante de motas, digo com muita certeza que esta excelente!
    Agora fico ainda mais convicto que a minha Wild Star esta em boas mãos.
    Sim excelente trabalho, a moto esta excepcional, muito linda e com toques que a tornam única, Lindo trabalho…..

  5. Ora aqui está esta bela máquina!!! Um trabalho de excelência realizado por este fã das “duas rodas”. Belo pormenor o dos retrovisores mas a lanterna “Royal” está demais!! Está aqui patente o esforço, dedicação e criatividade deste “amante” na imagem do resultado final, agora só falta desfrutar desta beleza por esse asfalto fora……..
    Um Abraço!

  6. Parabéns Xico (Francisco Matias)…..
    Deu trabalho conseguir converter-te as “choppers”, mas eu sabia que era o teu futuro!!!! :)
    Tens aí um trabalho fantástico, fruto do teu suor e dedicação…
    Próxima alteração (minha sugestão) vai ser um logotipo para a tampa do motor…
    Amigo, um grande abraço…

    1. Realmente em muito contribuis-te para que me “convertesse” a este estilo que por agora não troco… Ah… vou aceitar a tua sugestão, pois a ultima que deste já aqui foi elogiada… tens olho pra coisa…
      Abração amigo.

    1. Obrigado.
      Foi uma ideia que surgiu do nada enquanto procurava uma lâmpada… tinha guardado as pequenas lâmpadas T10 dentro de uma caixinha dessas da Royal, ao agarrar a caixinha surgiu a ideia… em 15 minutos a ideia estava em prática…

  7. Realmente, a força de vontade e a persistencia dão os frutos, muita hora passada a tornar esta obra de arte.
    Aqui esta uma bela mota, cheia de brilho, criatividade e um toque de Midas como nunca vi, grande trabalho uma verdadeira obra de 2 rodas e potencia de rotação, grandes acelaradelas, muitas felicitacões Mano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *