Moto faz bem pra saúde (e emagrece)

Uma das coisas que mais cansam quem anda de moto, é ouvir os parentes e amigos enumerando os perigos (alguns reais, muitos imaginários) de se andar de moto. Mas e os benefícios?

Andar de moto emagrece

Ok, muitos Harleyros e Estradeiros tem fama de barrigudos. Mas a verdade é que andar de moto gasta em torno de 150 calorias por hora, dependendo da intensidade da pilotagem. Enfrentar a resistência contra o vento, a força no contra-esterço em altas velocidades, o ato de andar com a moto em baixa velocidade ou empurrá-la, tudo contribui para fortalecer os músculos envolvidos e aumentar o metabolismo e queimar calorias. Se você duvida, pode conferir em diversas calculadoras de calorias como esta aqui.

E se você quer algo mais intenso, saiba que uma hora de motocross pode queimar o mesmo que nadar moderadamente, algo em torno de 400 calorias. E quem compete profissionalmente, pode passar facilmente das 600 calorias por hora. O piloto Ryan Dungey, por exemplo, excede em muito isso.

Ou seja: nesses casos, andar de moto queima o equivalente a uma aula de spinning, só que na moto você chega em algum lugar e ainda se diverte mais.

Melhora sua sensibilidade à insulina
(ótima notícia pra quem tem diabetes tipo 2)

Alguns estudos indicam que a sensibilidade à insulina pode melhorar por até 8 horas após andar de moto, já que motociclismo é uma forma de exercício de baixo impacto. Isso ajuda a manter o seu peso, e é muito benéfico para pessoas com diabetes tipo 2, segundo o artigo Diabetes and the art of motorcycling riding.

Mas fica o alerta: diabéticos precisam manter a insulina sob controle antes de subir numa moto, e também durante viagens, se alimentando corretamente para evitar a queda dos níveis de glicose.

Fortalece os músculos

Arnold mostrando o seu físico novo após ter começado a andar de Fat Boy.
Arnold mostrando o seu físico novo após ter começado a andar de Fat Boy.

Andar de moto fortalece os músculos inferiores e superiores, seja para manter a moto de pé, manobrar na garagem ou virar o guidão em velocidades mais altas. E ainda fortalece as articulações do joelho, especialmente se você precisa manobrar de ré em um terreno inclinado como eu (pelo menos foi o que disse meu ortopedista, mas ele é meio maluco).

Dirigir contra o vento também exige bastante da sua musculatura, e se você pilota com a postura correta, ainda fortalece a lombar e o abdômen.

Ok, você não vai virar nenhum Arnold, mas é infinitamente melhor e mais saudável do que passar 8 horas na frente de um computador no escritório…

Rejuvenesce e faz bem pro cérebro

Isso é o que diz um estudo realizado pelo neurocientista japonês Ryuta Kawashima, que descobriu que pilotos de motocicletas se mantêm mentalmente mais jovens do que os motoristas de automóveis. A explicação, segundo ele, é simples: pilotar uma moto requer alto nível de atenção, o que desafia e estimula o cérebro, melhorando a função cognitiva.

Sem falar que andar de moto é uma forma de terapia, que traz benefícios comparados com a meditação. Não é a tôa que é uma experiência tão zen, como relatei no post Zen e a arte de pilotar.

Por isso da próxima vez que alguém te encher por causa da moto, mostre este post. E lembre-se: até o ator que interpreta o Dr. House recomenda moto

6 ideias sobre “Moto faz bem pra saúde (e emagrece)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *