Thruxton 1200 R: a Sportster 48 e a BMW Nine-T que se cuidem

new-triumph-bonneville-thruxton-r-3

Com a revelação da nova linha Triumph 2016, uma moto certamente chamou a atenção da mídia especializada e dos entusiastas: a Thruxton 1200 R.

Na Europa, motos divertidas de pilotar e com forte apelo retrô como a Ducati Scrambler, tem se tornado um grande sucesso, algo que também já começa a acontecer nos grandes centros urbanos dos EUA. A famosa “moto com cara de moto”, aliada a um motor potente, é receita certa para agradar o público.

E com esse lançamento, a Triumph finalmente completou sua linha com algo que muitos sonhavam: uma Bonneville mais potente.

new-triumph-thruxton-cockpit-8

new-triumph-thruxton-riding-9

Esteticamente, ela vai agradar às viúvas da Ducati Sportclassic como eu, e também aos fãs da clássica Norton Commando.

O motor conta com algumas mudanças, como virabrequim mais leve, taxa de compressão mais alta e torque em torno de 60% maior que a geração anterior. Ela é uma legítima café racer, com guidão clipon de fábrica, suspensão Showa ajustável, freios e pinças Brembo, além de rodas de 17 polegadas para uma ciclística bem mais esportiva. Também conta com controles de tração modernos, com modos para chuva, estrada e condução esportiva e ABS de fábrica. Os pneus Pirelli Diablo Rosso Corsas já dão uma boa dica do que esperar dessa moto, pois possuem um excelente grip.

É uma moto que já vem praticamente pronta de fábrica, tem muito pouco o que fazer nela. Mesmo assim, a Triumph promete um catálogo de acessórios com quase 500 opções diferentes para toda a linha.

new-triumph-bonneville-thruxton-r-11

Não quanto à vocês, mas eu estou empolgado com a chegada dessa puro sangue no mercado.

 

5 ideias sobre “Thruxton 1200 R: a Sportster 48 e a BMW Nine-T que se cuidem”

  1. Já vi o comercial das motos numas 4 línguas diferentes! Lindas demais, há algum tempo já namorava a Thruxton e também a Bonneville, mas apesar de nunca ter rodado em nenhuma delas, já tinha lido bastante relatos de não serem tãooo divertidas quanto se esperava! Agora creio que não há como não haver diversão! Estão muito bonitas, encorparam muito! E como você disse, com essa relação de modificações e melhoramentos, já mostram ao que vieram! Só não gostei muito da dianteira da Thruxton, está me lembrando uma cb500!

  2. Já me agrada a boune faz tempo
    Problema que ela não vinha com ABS
    Mas pra mim é melhor moto para costumizar, sempre fica bonita
    Só fico desanimado em ter uma dessas aqui no BR
    Não sei se aguentaria mais que uma HD esse asfalto esburacado

  3. As motos ficaram realmente lindas. A thruxton então, nem se fala…agora, a grande questão vai ser o valor pelo qual elas virão para oo Brasil. Já foi divulgado algum valor?! Isto porque, com essa alta do dólar e uma sportster 48 modelo 2016 custando na faixa dos 50 mil, fica difícil…

  4. Curti muito essas novas!!! Quando vi as fotos da Thruxton 1200 R lembrei na hora também na Ducati Sport 1000.
    Curto demais as Bonnies e Thruxton, antes de pegar a minha primeira HD (uma Sportster 1200 CA), tinha experimentado a T100 e foi uma decisão difícil escolher uma das duas!
    O dia que couber em meu bolso ainda vou ter uma Bonnie junto com a minha HD essa T120 Black é o meu número!!!

  5. Uma vez falei com meu irmão que às vezes não sabia se queria uma esportiva ou uma custom, e ele me disse, “você combina mais com moto esportiva, mas a moto custom tem aquele seu touch. Você precisa é de uma triumph. ”
    Vendo isso aí, agora tenho certeza. Agora só falta o dinheiro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *