E a Indian?

Olha só o relato do Wolfmann em seu blog sobre as Indians aparecendo nos pontos tradicionais de Harleyros. Vale a leitura, como sempre:

http://wolfmann-hd.blogspot.com.br/2016/09/indian-rio-incomodando.html

Aqui em São Paulo as Harleys ainda são a maioria no dia a dia. É bem raro ver uma Indian no trânsito, enquanto que as Harleys são cenas comuns. Isso se deve em parte ao gosto pela marca, mas também porque elas são uma alternativa pouco visada em uma cidade onde o roubo de moto é tão rotina que, quando você diz que anda de moto, as pessoas geralmente perguntam: “E você não tem medo de assalto?”

Estou bem curioso quanto à marca do Cacique, tenho muita simpatia pela engenharia da Polaris e sei que tem muita gente apaixonada por motos trabalhando pela marca tanto nos EUA como aqui. Isso sempre é benéfico pro nosso mercado.

(E eu ainda estou esperando aquele convide pro Test Ride, Indian. Fica a dica.)

Indian_patchprint

6 ideias sobre “E a Indian?”

  1. Eu vi dia desses um camarada circulando na consolação com uma belíssima moto com um seca suvaco e um escapamento sapatada que dava pra ouvir de muito longe. Era uma scout! Nada mal…

  2. Concorrência é sempre boa para o consumidor. Aqui em BH elas já estão aparecendo por aí nas ruas, nos passeios e encontros. Sem falar que muita gente com HD acaba indo no café da manhã da Indian e vice-versa.
    Conheço algumas pessoas que trocaram a HD pela Indian e estão muito satisifeitos.
    Testei a Scout e a Chief e gostei bastante delas, fiz algumas fotos e os reviews estão lá no BH Riders

  3. Não sou muito de comentar, mas sempre acompanho aqui. Acho que um dos motivos de a Indian ainda não ter decolado de vez é o número de concessionárias, eu comecei a cogitar uma Scout a um tempo atrás, mas é inviável viajar sempre de BSB até BH pra fazer revisão, aqui em Brasília eu não conheço/não confio em muitos mecânicos pra mexer numa mecânica como a da Scout

  4. O último evento do IMRG (equivalente do HOG na marca da Polaris) atraiu 60 motos.

    O número de motos vai crescendo, o pós-venda (aqui no Rio) tem agradado tanto quanto o pré-venda e no geral falta um pouco de disposição da Polaris para se tornar um concorrente sério da HDMC Brasil.

    Quanto ao test drive, vem no Rio que você pode fazer um test drive na estrada (normalmente até Itaipava) aos domingos e alternar entre Scout, Chief e RoadMaster. O Staff da Indian Rio programa esse passeio com frequencia levando sempre pelo menos 3 clientes interessados na marca.

    Bom exemplo para dealers HDMC e Indian.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *