Existem motociclistas velhos e motociclistas audazes…

… mas não existem motociclistas velhos e audazes.

Essa mania de sair “rasgando” em semáforo é terrível. Além de perigoso, você está com uma visão de túnel, e pode não perceber um pedestre desavisado ou algum carro que tentou passar.

Alguns dias atrás quase levei uma moto na orelha porque o cidadão resolveu sair empinando do meu lado e foi pro chão (aqui em São Paulo é comum o chamado “grau” na saída de semáforo, geralmente feita por aqueles que possuem um complexo peniano grave).

Quanto ao cara do vídeo, esse nasceu de novo. E não dá pra culpar o motorista do coletivo. Apesar dele estar em outra faixa, o ônibus estava dando seta e já estava na metade da mudança quando o motoqueiro tentou passar por ele.

Do que adianta querer ter a razão no trânsito se quando a gente cai somos nós que saímos machucados, ou pior, podemos morrer?

15 ideias sobre “Existem motociclistas velhos e motociclistas audazes…”

  1. Infelizmente a imprudência…
    E talvez um pouco de falta de atenção.
    Inexperiência talvez?

    A moto desse cara o salvou. Se o ônibus não a tivesse atropelado, o teria esmagado.

    Que bom que nada de mais grave aconteceu, e essa moto deveria estar na parede da sala como um amuleto de sorte.

  2. Somos nós que fazemos nossa própria segurança, prestar atenção em tudo que esta ao nosso redor, torna a condução mais segura.
    Infelizmente poucos segundos de distração, podem acarretar em vários meses de recuperação (se não o pior).
    Valorizar a vida, pensar nas pessoas que estão em casa, na sua familia, em tudo que vc ainda tem p/ viver, é nisso que penso quando saio de casa…
    Não sei na cidade de vocês, mas aqui em Curitiba, o que mais eu vejo (e também mais me incomoda), são as furadas de sinal vermelho, como segue no vídeo abaixo do Coruja, aos 3:50 +/-…
    https://www.youtube.com/watch?v=MwRsSN38-tc&t=331s
    Grande abraço a todos!!!
    Trate a moto com respeito.

  3. Vou reproduzir aqui o que disse quando vi este vídeo:
    Kaaaaaaraaaaaaaaaay!
    Não entendi até agora o que ele quis fazer. Correu pra pegar o busão?
    Zueira, eu entendi, ele queria passar na frente do ônibus, só que calculou extremamente mal a aceleração da motoca, aliás, talvez com algo muito torcudo essa manobra fosse possível (talvez com aqueles foguetes da acme), mas, ainda assim, arriscado demais.
    Várias vezes vejo a galera se arriscando por uns segundos a mais, as vezes dá merda. Esse deu sorte que a merda foi sequinha, a maioria é diarréia mesmo.

  4. Sou fã do second look, mas aqui no Brasil é raro alguém voltar a olhar o espelho após iniciar a manobra.

    Tenho mais cuidados com o pessoal de duas rodas (bike e moto), de reações muito mais imprevisíveis que o pessoal de quatro rodas (exceção aos imprudentes com seus celulares na mão).

    Um carro ou um ônibus dificilmente “muda de idéia” sem espaço ou briga para sair na “pole position” (certo, existem loucos em duas, quatro ou dezoito rodas).

    Acho que estou realmente ficando velho: freio no amarelo, procuro dar passagem no corredor e sempre evito a “pole position”.

    Até agora tem funcionado.

    1. Também sou adepto do second look. Inclusive na moto. Acho que é uma “mania” que adquiri desde que comecei a dirigir, mas bem observado, temos que contar que 90% das pessoas não tem o hábito de olhar de novo no retrovisor após iniciada a manobra.

      No caso do vídeo, à exemplo do que já comentei no facebook, culpa e imprudência do própria motoqueiro.

  5. A imprudência ,ou a necessidade de auto afirmação que é mola propulsora desses imbecis ,causa problema pra eles e pra quem quer que esteja por perto . É um problema de má formação cultural aliada à falta de fiscalização e punição . Um cara que faz essas besteiras tinha de ser indiciado por tentativa de homicídio ,e perder uns seis anos de sua vida fazendo serviços para a comunidade .

  6. É por causa de videos como esse que penso em larga as duas rodas apesar ter pouco tempo nela e de ser muito prudente. é incontável o numero de acidentes no youtube, muitas vezes por culpa nossa e outras por culpa dos outros. Esses videos sempre me fazem refletir se vale a pena ter moto e pensar em quando vai ser a minha vez? O rio de janeiro tem um transito caótico aonde cada vez menos os motoristas e motociclistas respeitam as leis de transito e isso me faz pensar muito em abandonar as duas rodas…

  7. Bom, em relação a este vídeo, percebo o que muitos aqui também, ou seja, foi a imprudência que levou a este acidente. E pra mim um cara desse nem poderia pilotar de novo, era tomar a carteira e nunca mais deixar tirar de novo, assim como diversos motoristas também fazem dia após dia, SEM PUNIÇÃO nada acontece, infelizmente… CONSCIÊNCIA, isso não existe por aqui, mas sim a lei de levar vantagem sempre, chegar mais rápido, ser mais esperto… ESTA É A LEI POR AQUI!!!

    Sobre o risco de andar de moto, vai de cada um, pois ao meu ver o principal motivo de um acidente é a FALTA DE ATENÇÃO…. Porque independente de atitudes, se estiver atento ao seu redor, dificilmente algo vai te acontecer, inclusive fiz um vídeo de PILOTAGEM SEGURA no meu canal que apresentei aqui no meu trabalho e que gerou comentários positivos. Acesse lá: youtube/Rato de Minas.

    Abraço a todos o bom rolê, COM SEGURANÇA!!!

  8. Há muitos anos, um velho motociclista me falou algo que eu nunca mais esqueci: “ande de moto de forma correta, pensando estar sempre errado”. Confesso que quando ele falou, não entendi muito bem. Depois, refletindo melhor, compreendi. Quando a gente pensa: “a preferencial é minha” ou “eu é quem tenho a razão”, temos que ter em mente que sempre seremos o lado mais frágil, já que não contamos com a proteção metálica de outros veículos. Hoje, apesar de não ser tão velho, já evitei vários acidentes com a mentalidade de “estar sempre errado”.

  9. nao sou velho mas sou prudente , nao gosto de correr , nao tem porque correr , arriscar a vida atoa , esse cara teve muita sorte de nao morrer , tem uma frase bem legal , ” é melhor chegar atrasado do que nao chegar”

  10. É bem complicado mesmo… muitos não tem noção do que estão fazendo, uma vez testemunhei um acidente feio, que ocorreu por conta de uma imprudência do motociclista, você tinha que ver como a moto ficou… Era uma Suzuki Inazuma, mas virou sucata depois do acidente, terrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *