Arquivo da categoria: Bizarrices

O que anda acontecendo com o mundo?

Sério: o que anda acontecendo com a nossa sociedade para esse tipo de cena se tornar cada vez mais comum?

O fato ocorreu durante o Memorial Day americano. A Patrulha Rodoviária da Flórida, onde o fato abaixo ocorreu, disse que conseguiu prender o motorista logo após o incidente. Tanto o piloto quanto a garupa foram levados ao hospital apenas com ferimentos leves.

O único consolo é saber que essas motos (pelo menos por enquanto) ainda são fabricadas com metal de primeira. Porque esse carrinho parece ser feito só de plástico…

O The Young Turks fez uma matéria um pouco mais completa sobre o assunto (em inglês).

Briga bizarra entre motorista e motoqueiro

O vídeo abaixo mostra um clássico caso de road rage, aquela fúria cega que toma conta das pessoas no trânsito, onde após um longo e surreal debate, um motoqueiro e um motorista decidem partir pra porrada.

Tudo começou por um ato que, pelo menos aqui no Brasil, é uma falta de educação tão constante que ninguém ligaria. Mas a situação que acontece depois disso vai escalando de uma maneira tão surreal, que fica difícil de acreditar.

Eu faço questão de fazer um resumo dos pontos mais marcantes desse vídeo:

0:03 – Um carro ultrapassa moto em uma via de trânsito lento. Aparentemente, isso é o suficiente pra causar a ira do motoqueiro, que começa a seguir o carro pelos próximos segundos.

0:55 – O motoqueiro, já bufando de raiva, desiste de ir atrás do carro.

0:59 – Por algum motivo, o motoqueiro decide ir até um descampado descontar a raiva andando em círculos.

1:27 – O motoqueiro desce da moto e começa a revirar suas coisas a esmo. O cara tá puto.

1:38 – Ele sobe de novo na moto e volta a acelerar no descampado. Pelo som da respiração dele, parece que ele está tentando virar o Hulk.

2:03 – Quem diria? O tal do motorista aparece novamente.

3:00 – Ele emparelha ao lado do motorista e dá pra ver pela respiração dele que ele está fora de controle. Mas, por algum motivo, ele ainda encontra serenidade pra ser simpático com uma senhorinha.

3:25 – O carro estaciona e o motoqueiro vai tirar satisfação perguntando porque o motorista está com tanta pressa.

3: 30 – Começam insultos típicos da terceira série vindo do motorista do carro. O fato do cara ter um sotaque mexicano no melhor estilo Cheech and Chong só deixa tudo mais engraçado.

Eles passam um bom tempo discutindo o fato de que a mãe do motoqueiro é uma puta e todas as formas que o motorista do carro já comeu ela.

5:14 – “Eu não duvido que minha mãe tenha trepado com você, mas ela está na Florida, então isso não me parece muito realista.”

5:18 – Não satisfeito em comer a mãe do motoqueiro, agora ele tenta comer a moto dele.

5:44 – Aparentemente contar até três é muito difícil.

5:57 – Os dois começam a fazer uma reconstituição precisa do dia em que o motorista comeu a mãe do motoqueiro.

6:28 – Eles começam a falar sacanagem um no ouvido do outro. Pelo visto rola um fetiche forte de mãe entre os dois.

6:57 – O motorista pede pra namorada dele, que estava dentro do carro esse tempo todo, confirmar o fato de que ele sabe comer muito bem a mãe do motoqueiro.

8:01 – Eles começam a discutir quem come mais mulher. Rola uma cena gratuita de barriga.

8:08 – Os dois chegam em um acordo que a namorada do motorista é gorda, mas pelo menos o motorista está comendo alguém.

8:10 – “Eu nunca deveria ter chamado a namorada dele de gorda. Eu também sou um merda e vou meditar sobre isso.”

8:46 – Ataque gratuito a todos os motovloggers do mundo.

8:52 – Vários minutos deles discutindo quem ganha mais dinheiro e que os carros são melhores que motos.

11:25 – O motorista chama atenção ao fato de que ele tem mulher, mas não tem nenhuma mina na garupa da moto.

11:45 – Essa corrente de raciocínio leva o motorista a tentar comer o escapamento da moto.

11: 47 – Ele encosta na moto. AGORA a porra tá ficando séria. Fuder a mãe beleza, mas tocar na moto passa dos limites!

11:52 – “Não toque na minha moto ou eu vou defender minha propriedade”. Tudo isso sendo dito no estacionamento de um Wal-Mart. Mais americano, impossível.

12:01 – Você soca minha moto, eu soco você.

12:17 – 167285-street-fighter-alpha-2-playstation-screenshot-knockout-birdie

UPDATE: Como era de se esperar, o dono do vídeo o tirou do YouTube após toda a repercursão negativa (possivelmente com medo de processo). Mas a Internet não esquece nunca e tem sempre alguém pra repostar:

Como irritar as motociclistas com apenas um anúncio

A cada ano que passa, mais e mais mulheres começam a andar em duas rodas. Muitas começam com pequenas motos urbanas como as scooters, mas o número de motos de maior CCs entre elas não para de crescer. Um bom exemplo da presença feminina no meio é o projeto The Women’s Motorcycle Exhibition, que fez grande sucesso.

É por isso que, nos últimos anos, começaram a surgir uma série de produtos específicos para as mulheres, como a linha Vika da Alpinestars, com uma pegada mais fashion.

Alpinestars-Fashion-Motorcycle-Suit-for-Women-in-Beige-Color-Gloves-Triumph-Motorcycle

Alpinestars-Vika-Motorcycle-Suit-for-Women-The-Keira-Knightley-Look

The-Keira-Knightley-Look-Alpinestars-Fashion-Motorcycle-Suit-for-Women-in-Beige-and-Black

The-Keira-Knightley-Look-Alpinestars-Fashion-Womens-Motorcycle-Boots-in-Beige

Sabendo da enorme presença das mulheres no meio motociclístico, talvez não seja uma boa ideia para uma marca fazer um anúncio como esse aí embaixo. Ele é sobre uma nova calça com proteção de Kevlar nos joelhos, e mostra uma mulher ajoelhada com a tal calça de frente para um cara com o título: “Você nunca sabe quando vai precisar”.

4sr

Por mais que a tentativa tenha sido o humor, vamos combinar que é de mal gosto, não acham?

Moda bizarra na Inglaterra

Recentemente na Inglaterra, algumas pessoas começaram com a mania de usar jaquetas iguais a dos policiais de lá, mas com a palavra “Polite” (educado) no lugar de “Police”.

O motovlog do Baron Von Grumble flagrou um desses recentemente.

Se a moto pega aqui, e do jeito que o país anda fora de controle, bem capaz do pessoal do crime dar um tiro no sujeito.

Reação civilizada – picape tira fina de motoqueiro

Essa discussão não faz o menor sentido. O cara propositalmente ameaça uma moto, e ainda vem de ré no meio da estrada começar uma briga. Infelizmente, pela fala embolada da esposa e o olho vidrado do motorista, deve ser mais um dos sintomas do surto de metanfetamína que está pegando o pessoal com menos recursos nos EUA.

Em casa, o apelido dessa galera da picape por lá era “pessoal da montanha”, por causa do personagem Hard Haid Moe (Urtigão por aqui). Irritava bem mais do que chamar eles de hillbilly ou redneck.

A versão em gif do Karma instantâneo:

tumblr_np212vSJFV1qaw9gjo1_500

Harley nega garantia a veterano por causa de… bandeiras

Essa é novidade. Um veterano dos EUA, que alega ter rodado mais de 2.5 milhões em motos da marca Harley-Davidson, teve a troca da sua embreagem negada na garantia de sete anos sem limite de quilometragem por causa de duas bandeiras que foram instaladas na própria concessionária.

Segundo a Harley, as bandeiras aumentam a resistência ao vento e a moto não foi projetada pra isso. A garantia está em vigor, eles apenas se recusam a trocar a embreagem.

O veterano está indignado com a Harley, mas disse que não vai abandonar a marca. Uma história que muitos de nós conhecem muito bem…

A matéria original, dica do Rodosol, você pode ver no site da Fox 6 News.

PS: Eu deixei a garantia em negrito no texto, porque é isso mesmo que vocês leram. É uma garantia estendida que pode ser adquirida no dealer americano. Há poucos anos atrás, essa garantia custava o mesmo que fazer três revisões básicas na autorizada daqui: US$ 1.800..

Que tal uma Harley de enfeite na sua sala?

Screen Shot 2015-02-28 at 12.06.10 PM

Uma coisa que eu sempre achei legal, mas ao mesmo tempo revoltante, são aquelas casas belíssimas que usam motos de enfeite na decoração. Legal, porque tem moto que é tão linda que merece ser exposta como arte sim. Revoltante, porque lugar de moto é andando.

E a não ser naquelas casas projetadas para que o sujeito possa parar a moto na sala e sair com ela sempre que quiser (em São Paulo, por exemplo, um prédio de lofts foi construído com um elevador de serviço específico para essa função), fazer isso sempre foi um enorme desperdício motociclístico.

Screen Shot 2015-02-28 at 12.06.26 PM

Talvez tenha sido isso o que motivou o pessoal da Full Size Kits, que comercializa kits de montar, como aqueles da Revell, só que em tamanho real.

Apesar da aparência de plástico da moto na foto, conheço muitos modelistas talentosos que conseguiriam deixar esse kit com uma aparência ultra-realista. O preço? Em torno de 800 dólares.

E se você se interessa pelo assunto, tem as instruções de montagem neste link.