Arquivo da categoria: Diversos

Reportagens sobre moto na VICE

Apesar da VICE Brasil ter uma linguagem que eu honestamente não gosto, eu sou um fã declarado do estilo de jornalismo da VICE Internacional. São repórteres ousados, com um tipo de jornalismo investigativo muito parecido com o que o falecido Hunter S. Thompson fazia, só que mais sério e profundo.

Recentemente, vi duas reportagens interessantes, que você pode conferir nos vídeos abaixo. A primeira mostra a vida de um clube 1%er Alemão, que até pouco tempo fazia parte dos grupos de extrema direita daquele país. De tudo na reportagem, o que mais me chamou a atenção foi o fato de que o estatuto do clube tem uma cláusula obrigando todos os membros a puxarem ferro pelo menos 4 vezes na semana, sob pena de multa.

Já o segundo, mostra a subcultura das Scooters na Inglaterra, e as “gangues” de adolescentes que se formaram ao redor delas. Diferente de outros tempos, o foco desses caras hoje em dia é fazerem sucesso no Instagram, com fotos de seus rolés e manobras.

Infelizmente, ambas reportagens estão em inglês e não as encontrei legendadas (se você souber onde tem, por favor indique nos comentários). Tento traduzir bastante conteúdo por aqui, mas dois vídeos com 30 minutos de duração é impossível de se traduzir sem pelo menos eu ter um estagiário, assistente ou prospect  aqui pro site!

UPDATE – O Gabriel Toledo achou o vídeo com legendas em português. Mas tem um truque: primeiro clique em CC (Closed Caption) depois em Options e então selecione Português na lista: http://www.vice.com/pt_br/video/por-dentro-do-schawarze-schar

“Eu não quero o que eles tinham. Eu quero o que eles queriam.”

A Husqvarna está tentando se readaptar ao mercado, como mostra os seus dois novos e ousados conceitos apresentados na EICMA 2014: a 401 Svartpilen e a 401 Vitpilen.

Mas, ao contrário de outras marcas que estão tentando capitalizar com a onda retrô como a Ducati, eles decidiram seguir o caminho oposto. Todos nós já vimos vídeos como os amplamente criticados pelo site Bullshit Hipster Bike Vídeos, onde se busca uma ligação com o passado, o jeito antigo de se fazer as coisas, sentimento o qual compartilho muitas vezes, mas que hoje em dia está virando mais um apelo de marketing do que uma tendência sincera.

Foi por isso que a Husqvarna fez um vídeo bem interessante na contramão dessa tendência, que você pode assistir aí em cima. Segue a tradução livre:

Sabe, houve uma época onde uma moto era uma moto. Um motor, um banco e duas rodas. Esses eram os bons tempos. E o que realmente importava, era você e a estrada. E a única coisa que interessava a todo mundo, era a viagem em si. Qual o próximo destino. Encontrar novos lugares e experiências.

Esses caras eram pioneiros.

As pessoas olham para o passado e dizem: “Eles não fazem mais motos assim”. Sim, com certeza. E eu sei o porquê.

Porque se eles ainda as fizessem daquele jeito, eles não conseguiriam me acompanhar nem por dois segundos.

Eu não acredito em “época de ouro”, a não ser pela que estamos vivendo hoje.

E o que é real é o que está logo na minha frente, na próxima curva.

Quando eu olho para trás, eu não quero o que eles tinham. Eu quero o que eles queriam.

Frase do dia

“Potência vende carros, torque ganha corridas.”
Enzo Ferrari

O conceito de potência versus torque é nebuloso para a maioria das pessoas. E quando muita gente diz que as Harleys não fazem feio nas arrancadas, muito jaspeiro torce o nariz, mas é justamente por causa do famigerado torque que muita Harley assusta o pessoal por aí. Se usarmos a regra simplista, podemos dizer que a “potência se relaciona com a velocidade final, enquanto o torque se relaciona com a arrancada”. Na prática, não é tão simples, mas é um bom jeito de entender porque cenas como essa já aconteceram:

Com um pouco mais de espaço, a Harley teria ficado muito para trás, já que a esportiva estava apenas começando a chegar na sua faixa ideal. Mas como a pista era bem curta, ela fez bom uso do torque do motor HD, que surge já em baixas rotações, e saiu na frente. Sem falar que o cara da esportiva largou bem mal. Em uma moto onde o torque só surge em altas rotações, o certo é largar com o giro bem mais em cima do que ele saiu, mais perto da zona ideal.

A Doutrina da Motocicleta

DAVIDMANN3

Texto inspirado no “Rifleman’s Creed” dos U.S. Marines, que foi difundido durante a Segunda Guerra Mundial. Com certeza alguém já deve ter tido essa ideia antes, mas eu vou fazer a minha versão:

A Doutrina da Moto

Esta é minha moto. Existem muitas como ela, mas essa é minha.

Minha moto é minha melhor amiga. Ela é minha vida. Eu preciso controla-la, assim como eu controlo minha vida.

Sem mim, minha moto é inútil. Eu preciso saber guiá-la. Eu preciso ser melhor que os obstáculos que a estrada coloca no meu caminho, tentando me derrubar. Eu preciso ser melhor do que aquilo que possa me matar.

Minha moto e eu sabemos que o que conta não estrada não é o cromo, o valor dela, ou o barulho que nós fazemos. Nós sabemos que o que importa é rodar. E nós vamos rodar.

Minha moto é humana, tanto quanto eu sou, porque dela depende minha vida na estrada. Por isso, eu a irei considerar uma irmã. Eu vou aprender suas fraquezas, seus pontos fortes, suas partes e o seu funcionamento. Eu vou manter minha moto sempre funcionando, sempre pronta, assim como eu estou sempre pronto. Eu e minha moto seremos um só na estrada.

Eu prometo seguir essa doutrina. Eu e minha moto somos os defensores da minha vida. Somos mestres do nosso destino.

Má impressão

ebay

Acho melhor parar de comprar coisas online antes que a polícia bata na minha porta. Porque? Simples: baseado nas minhas últimas compras, além das peças de moto, a maior parte dos itens recomendados pra mim pelo eBay são luvas e facas ou canivetes.

Assim vão achar que eu sou o Dexter e vou acabar preso! Calma, eu sou boa gente pessoal.

Dexter-Season

 

Sugestão de posts

Question-Mark

De tempos em tempos eu gosto de fazer essa enquete aqui, para saber sobre quais temas vocês gostariam de ler. Mesmo quando recebo sugestões de coisas que já foram escritas, é sempre bom pois posso repostar os links para quem não conseguiu encontrar o artigo.

Então deixem nos comentários as suas sugestões de posts para que eu as inclua aqui na pauta do blog. Só não vale ficar me cobrando depois, vou atender na medida do possível.