Mais um programa legal de moto na TV: Philly Throttle

Encontrei esse programa por acidente, navegando em um site de torrent, e fiquei viciado. Ele mostra o dia a dia da Liberty Vintage Cycle, na Filadélfia, liderada pelo artista das duas rodas Adam Cramer.

Adam é um sujeito um tanto excêntrico, que entende muito sobre motos antigas, e faz quase tudo dentro da sua oficina com mais de 200 motos espalhadas pelos quatro quantos. Por outro lado, é muito mais artista do que empresário, o que faz com que a oficina esteja sempre lutando contra o vermelho.

Aliás, como é moda nos realities shows, a premissa da série tem um pouco de drama. Basicamente, os episódios giram em tornos de perguntas como “será que ela vai construir ou reformar uma moto a tempo de fazer dinheiro para pagar as contas da oficina?” e “será que ele vai ter lucro com a reforma de uma moto antiga?”.

Dramalhão à parte, a série é bem divertida e o cara é muito carismático na sua loucura por motos. Já nos primeiros episódios ele constrói uma Norton Atlas 1967 e reforma uma raríssima Matchless X 1931, com direito a sidecar.

Philly ThrottleInfelizmente, apenas três episódios foram feitos até o momento pelo Discovery Channel, e agora a série deve ser retomada pelo canal Velocity. Não há nenhuma previsão dela ser transmitida no Brasil, por isso recomendo visitar os sites de torrent. Vocês devem se lembrar quando falei do programa Cafe Racer TV aqui: foram quase dois anos até o canal Discovery Turbo resolver passar os episódios, e ainda assim completamente fora de ordem. Não deve ser diferente com Philly Throttle.

Um adendo: sempre fico triste de recomendar programas e livros em inglês, pois são poucos os leitores que falam a língua a ponto de entender um programa sem legendas. Há uma carência grande de material em português, por isso faço traduções aqui no site sempre que posso. Mas vale a pena baixar os episódios pelo menos para ver as motos e o Adam em ação.

A paixão pela duas rodas é uma linguagem universal, e tenho certeza que você vai entender muita coisa mesmo não sabendo nenhuma palavra da língua de Shakespeare.

Seriado deve contar as origens de Sons of Anarchy

SOAEm setembro vai começar a sexta e penúltima temporada de Sons of Anarchy. Mas segundo Kurt Sutter, criador da série, teremos em meados de 2016 ou 2017 um novo seriado que irá contar as origens de SAMCRO, retratando a juventude de John Teller, Gemma e Clay, durante a fundação do maior clube outlaw da televisão.

Espero que seja bom… A série é uma das minhas favoritas. Como disse um amigo: “É novela. Mas novela de motoqueiro.”

Heróis da ficção

A moto do Daryl do seriado The Walking Dead é uma chopper no estilo dos anos 60/70, quando a febre do Easy Rider fez com que a galera tranformasse de tudo, de bicicletas a Triumphs, em choppers. O motor dessa moto veio provavelmente de uma Triumph Bonneville 650, com quadro adaptado e tanque artesanal.

A única coisa que eu não entendo é porque um cara que usa uma balestra para fazer silêncio e não atrair zumbis, anda por aí com escape aberto.

Bikie Wars: Brothers in Arms

Série australiana que conta a história do massacre de Milperra, resultado de uma luta violenta entre Bandidos e Comancheros. A disputa começou quando alguns membros dos Comancheros, na época o maior motoclube da Austrália, se rebeleram contra o grupo e decidiram fundar o Bandidos M.C.

A série tenta pegar um pouco do embalo de Sons of Anarchy, com uma abertura bem parecida, e usando e abusando das montagens com trilha sonora, mas é só. Ela está mais para um documentário dramatizado do que para uma série de drama.

É honesta, mas poderia ser bem melhor.

American Chopper cancelado

O que era para ser um programa de motos, acabou se tornando uma novela, tanto na TV como na vida real. Com a saída de Paul Jr. na penúltima temporada, a Discovery Network chegou a cancelar o programa, já que ele estava se dedicando a projetos exdrúxulos como fabricar churrasqueiras, pois seu contrato não permitia que Jr. competisse diretamente com a OCC. Mas o cancelamento havia sido revertido no dia seguinte ao anúncio, quando Paul Senior voltou atrás na sua decisão e permitiu que seu filho fabricasse motos.

Rebatizada de “American Chopper: Senior. vs Junior”, a série era uma das mais vistas do canal (ao contrário do que se fala por aí), e chegou a gerar programas com a participação de Jesse James, competindo com os Teutuls para ver quem fabricava a melhor moto.

Mas agora, após 10 anos e 233 episódios, o canal decidiu encerrar o programa definitivamente. Ame ou odeie, a verdade é que American Chopper foi o responsável pelo boom de customizadores dos últimos anos, e elevou a categoria a outro patamar. Mesmo fabricantes reconhecidos nos EUA admitem que o mercado ganhou muito com a visibilidade do programa.

Resta saber o que será dos Teutuls, pois especula-se que 90% do faturamento deles é proveniente do programa e do merchandising, com apenas 10% vindo da fabricação de motos.

Episódio especial de Sons of Anarchy

Hoje à noite estréia nos EUA o 10º episódio da quinta temporada de Sons of Anarchy. Assim como nas temporadas anteriores, esse será um episódio especial, com 90 minutos de duração. Na prática, o episódio provavelmente vai ter apenas 5 ou 10 minutos a mais do que os outros, o restante é espaço publicitário, o que o torna bem maçante para quem está assistindo ao vivo.

Rusty Coones

Uma curiosidade sobre o seriado são as presenças de membros dos Hells Angels como figurantes, consultores e até mesmo protagonistas. O Happy, um dos nossos psicopatas favoritos, é um deles. Na vida real ele se chama David LaBrava e é membro dos H.A.s.

Sonny Barger, um dos mais famosos Angels de todos os tempos, interpreta Lenny The Pimp, um dos “First 9″ do SAMCRO, que cumpre pena de prisão perpétua em Stockton, e faz aparições esporádicas.

Outro integrante famoso que se juntou a essa essa temporada é Rusty Coones, fundador do chapter de Orange County dos Hells Angels. É fácil identifica-lo: ele é o cara do tamanho de uma geladeira industrial cheio de tatuagens.

Batmoto – a original


A Batmoto (também conhecida como Batcycle) do seriado fanfarrão do Batman nos anos 60, começou a vida como uma Harley Davidson com sidecar. Infelizmente, após a primeira temporada, ela foi substituída pela moto acima, uma Yamaha Catalina YDS-3, uma pequena 250cc de dois cilindros, já que os produtores queriam uma moto mais confiável para as filmagens.

Santa má reputação Batman.