Arquivo da categoria: KTM

Uma triste imagem

Isso é o que resta da “megastore” Ducati do Grupo Izzo. Por mais que algumas pessoas defendam que o grupo foi o responsável pela popularização de algumas marcas no país, eu discordo. Muitos donos de Harley, Ducati, KTM e Triumph teriam comprados suas motos até em uma caçamba de Kombi no meio da rua, por serem fãs da marca e por estarem dispostos a comprar onde elas estivessem disponíveis.

Para mim, retrocedemos mais dez anos. Marcas como KTM e Ducati ainda vão demorar alguns tempo até reconquistarem a confiança dos brasileiros, já que vivemos em um país onde valor de revenda e facilidade de encontrar peças são os itens mais desejados da grande maioria dos consumidores.

Update: A Ducati anunciou que irá iniciar as operações no Brasil através de uma operação própria, usando a fábrica da DAFRA para montar suas motos no sistema CKD. Vale lembrar que a BMW e a MV Agusta já montam suas motos na mesma fábrica. A Triumph ainda não se pronunciou, e o prazo para abertura de fábrica no Brasil anunciando no site oficial já ficou para trás.

A Izzo apronta novamente

Apesar da Harley no Brasil ainda deixar muitíssimo a desejar, com uma longa espera por peças, motos com problemas de montagem e um pós venda sofrível, não dá pra negar que foi uma evolução do que os proprietários passavam na mão da antiga representante, a Izzo.

Minha birra com eles é de longa data. Ducati, Harley, Triumph, Husqvarna e KTM: minhas marcas favoritas eram representadas pelo Izzo no Brasil e todas trouxeram uma grande dor de cabeça para os proprietários. Motos que tinham tudo para ser um sucesso, viraram um mico. Você tinha que ser realmente fã de uma dessas marcas para comprar uma moto com eles.

E agora a Izzo apronta novamente. A megaloja da KTM, que foi inaugurada em São Paulo há pouco mais de um ano, com promessas de um pós-venda melhor, garantia de peças em estoque, fábrica em Manaus, modelo de 300cc e muito mais, simplesmente fechou. Sem nota oficial, sem release, sem satisfação para os proprietários. E agora, o que faz quem comprou uma moto lá?

A Harley quebrou o contrato. A Triumph já havia desistido da Izzo com a promessa de abrir uma fábrica aqui no Brasil no segundo semestre deste ano. Husqvarna sumiu. Várias lojas da Ducati estão fechadas, com muita gente tendo problema para emplacar as motos.

É por isso eu quero tirar o meu chapéu para a Izzo. Vocês conseguiram estragar a reputação de grandes marcas no Brasil, lesaram consumidores e fizeram picaretagem até não poder mais. Mas mesmo assim, encheram os bolsos de grana vendendo milhares de motos.

Parabéns, Izzo. Vocês são a nossa AMF.