Arquivo da categoria: Mad Max

Curiosidades sobre as motos do primeiro Mad Max

Hells Angels e Vigilanties

Screen Shot 2015-05-25 at 2.31.49 PM

Boa parte dos motoqueiros em cena são membros dos Hells Angels MC e dos Vigilanties MC da Austrália. Apesar de atores profissionais terem sido escalados para os papéis mais proeminentes, boa parte da gangue de motos do filme é interpretada por membros desses dois MCs.

Pagamento em cerveja

Screen Shot 2015-05-25 at 2.43.52 PM

Como o filme tinha um orçamento muito baixo (o diretor de arte chegou a roubar itens de cena de uma loja de conveniência, devolvendo só após o dia de filmagem), os membros de ambos os MCs foram pagos em cerveja.

Dublês improvisados

Screen Shot 2015-05-25 at 2.40.11 PM

E o pagamento em cerveja incluía até os motoqueiros que se voluntariaram para fazer cenas de ação perigosas.

Acidente de moto

Screen Shot 2015-05-25 at 2.29.44 PM

A atriz que deveria interpretar a esposa de Max sofreu um acidente de moto enquanto estava com o dublê Grant Page, e ambos quebraram as pernas. O dublê continou trabalhando mesmo com a perna quebrada, mas a atriz teve que ser substituída por Joanne Samuel.

Patrocínio da Kawasaki

tumblr_luqm5g4r7k1qingg5o1_500

Pouco antes das filmagens começarem, a Kawasaki doou mais de uma dezena de motos para a produção. Os motoqueiros passaram algumas semanas andando nas motos para se acostumarem antes das filmagens, e acabaram formando um MC fictício nesse período, com regras e hierarquia, o que acaba transparecendo no filme.

Diga-se de passagem, essa doação foi uma decisão acertada da Kawasaki, já que a KZ1000 do Goose esta entre as motos mais famosas do cinema.

Sem orçamento pro figurino

Screen Shot 2015-05-25 at 2.55.46 PM

Sabe aquele visual  da gangue do Toecutter, que até hoje é copiado por alguns? A produção não tinha verba para o figurino, então os motoqueiros trouxeram suas próprias roupas para o set de filmagem.

GoPro? GoPobre

Screen Shot 2015-05-25 at 3.02.00 PM

Para as cenas da moto do Goose em primeira pessoa, a solução encontrada pela equipe foi simplesmente colocar o cameraman na garupa.

Screen Shot 2015-05-25 at 3.01.45 PM

Um longo vôo

Screen Shot 2015-05-25 at 3.05.06 PM

Na cena do acidente com a moto do Goose, o dublê voou por cerca de 27 metros, uma distância maior do que um caminhão cegonha, muito mais do que a produção esperava.

latest

 

Mad Max

Eu sou fã de Mad Max. Ele é um ícone dos anos 80 e influenciou uma dezena de cineastas e pessoas da minha geração. Quando eu era mais novo, eu queria andar naquele mundo fudido, com uma doze, um V8 e meu cachorro do lado.

Mas com o lançamento da versão remasterizado em BluRay, e assistindo com os olhos de um adulto, algo surge à tona: Mad Max é, na verdade, um filme trash que não faz o menor sentido.

Pode me mandar tomar no cu, mas é verdade. Cenas inteiras desaparecem, os diálogos são de doer e a trilha sonora lembra a dos desenhos do Pernalonga: ela toca em um ritmo independente do que está acontecendo na tela.

Claro que, quando boa parte do roteiro não é filmada por que acabou o orçamento, a lógica do enredo fica um tanto comprometida. Mas convenhamos, um filme que se passa em mundo apocalíptico, onde a gasolina vale ouro, mas as pessoas passam o dia correndo com motores V8 beberrões, não poderia fazer muito sentido mesmo.

Por causa do sotaque australiano dos atores, o filme original foi dublado para exibição mundial. A sincronia é triste, lembra aqueles filmes antigos de kung fu. A versão em BluRay e DVD foram “re-dubladas” e também trazem o áudio original da versão australiana. Nesse caso não espere som digital 5.1, o filme original é mono e quase não dá pra entender um cacete daquele sotaque do outback autraliano.

O filme revelou Mel Gibson, que fez o teste para esse papel logo após ter se metido em uma briga de bar. Vendo aquele cara com um olho roxo e cheio de cortes na cara, o diretor George Miller não teve dúvidas e o escalou na hora. Claro que isso foi muito antes do Mel Gibson virar amigo do papa e dizer que um bando de negões vai estuprar a mulher dele.

Mesmo assim, Mad Max vale a pena. Vale a pena por ser um filme que dificilmente seria filmado nos dias de hoje: as insinuações homossexuais, a estética punk, o politicamente incorreto e a violência explícita não são coisas muito bem toleradas neste mundo politicamente correto e chato pra cacete de hoje.