Arquivo da categoria: Notícias

Porque morrem tantos motoqueiros?

Hoje um cidadão em uma moto utilitária decidiu atravessar três faixas de rolamento, sem sinalizar, para fazer uma conversão à esquerda, quase acertando uma motorista que seguia corretamente em frente. Não satisfeito, ainda se pôs a xingar a coitada. Obviamente, eu me pus a xingar o desgraçado, pois temos que fazer a nossa parte pela paz desta cidade.

É esse tipo de atitude que anda prejudicando a todos que andam de moto, fazendo com que os impostos, os seguros e o preconceito cresçam a cada ano. O jornalista Geraldo Tite Simões fez um post muito interessante sobre o comportamento dos motoqueiros em São Paulo:

Claro que há os acidentes, que devem ser classificados como tal quando nenhum dos agentes envolvidos teve a intenção de provocar. Mas acidentes são raros em São Paulo. O mais comum é a mais elementar das causas: a negligência, associada à prepotência, atributos de personalidade que imperam nos motoristas e motociclistas de SP. Se há negligência está clara a intenção por trás da ação.

Ah, mas o motorista mudou de faixa sem olhar! Sim, mas o motociclista estava rodando a 90 km/h no corredor com uma moto sem freio, com pneus carecas e de capacete desafivelado. Isto pode ser caracterizado como acidente? O choque talvez, mas a conseqüência não! O choque foi um acidente, mas o óbito foi causado por pura negligência.

Diariamente eu levo fechadas de motoristas nas mais criativas variações. Tem fechada pela esquerda, pela direita e até dos dois lados ao mesmo tempo. Só que rodo a uma velocidade compatível com os outros veículos, minha moto tem freios eficientes e pneus novos. Porque eu não quero me estabacar! E se cair meu capacete é novo, meu casaco é estruturado e uso calça com reforço.

Non ducor, duco
O lema da cidade de São Paulo expressa uma atitude tão tipicamente de motociclistas e motoristas paulistanos que soa como profecia. Não sou conduzido, conduzo! Ninguém me diz onde, nem como devo conduzir, mas conduzo à minha maneira, sem regras, sem sensatez, nem ordem. Minha lei é meu umbigo!

Leia na íntegra aqui:
http://motite.blogs.sapo.pt/87670.html

Cafe Racer TV

Os EUA e Australia já podem acompanhar a primeira temporada de Cafe Racer TV, uma série dedicada a essas belíssimas motos e a mostrar toda a cultura que as cercam, desde seu surgimento nos café de Londes, até os dias de hoje.

Se tem alguma boa alma com tempo livre que lê este blog, que tal inundar a caixa postal do Discovery Channel para que eles passem esse programa aqui? Já que ninguém teve a boa vontade de jogar esse programa na locadora de torrent para que nós, pobre latinos americanos, possamos assistir, o jeito é ver se o pessoal do Discovery Channel Brasil acorda.

Sons of Anarchy: Katey Sagal recebe Golden Globe

Há muito que os fãs de Sons of Anarchy reclamavam da ausência de indicações da série para os principais prêmios da TV Americana. Emmy, Golden Globe, todos haviam ignorado o seriado solenemente. Os rompantes de Kurt Sutter, criador da série, em seu twitter e blog não ajudaram muito.

Mas ontem Katey Sagal, que interpreta a matriarca fodona Gemma, recebeu o Golden Globe de melhor atriz principal em série dramática. Nada mais justo, quem assiste a série sabe como a atriz é talentosa, inclusive participando da trilha sonora de alguns episódios. Kurt Sutter, que é casado com ela, mandou apenas um “Fuck me” em seu Twitter.

Parabéns, Gemma.

Superbike elétrica ganha de suas rivais de combustão

Tá vendo o garfo photoshopado? É para esconder algumas das dezenas de
inovações dessa moto que ainda aguardam registro de patente.

É bem provável que Chip Yates venha a se tornar parte da história do motociclismo graças ao seu último feito. A superbike elétrica desenvolvida por ele, conquistou um lugar no pódium em duas categorias da WERA na California, competindo contra Ducatis 848, KTMs RC8, Suzukis SV650 e vencendo a maioria delas.

Durante a corrida, a superbike atingiu picos de 254km/h, e teve a volta mais rápida de 1:39.792s. Com as alterações para a próxima corrida, a potência da moto deve subir para 240 cavalos. O peso, no entanto, continua um problema. Por causa das pesadas baterias, ela pesa atualmente 265kg. Segundo o piloto, a sensação é a de competir levando um cara bem gordo na garupa.

De qualquer forma, essa é mais uma prova de que as e-bikes vieram para ficar e podem (e provavelmente vão) superar suas contra partes de combustão interna.

O próximo passo, segundo Yates, é levar a moto aos 290km/h.

A Buell morreu (de novo)

Desde que a Harley fechou a Buell, muitos torciam para que a marca retomasse as atividades como uma empresa independente. E como o Erik Buell passou a fabricar modelos limitados de competição mesmo após o anúncio do fechamento da fábrica pela HD, parecia que seria esse mesmo o rumo da empresa.

Infelizmente, em uma entrevista para a edição de janeiro da Motorcyclist magazine, Erik Buell declarou que ele tinha um acordo com a Harley Davidson, que permitia que ele usasse o nome Buell apenas até o dia 21 de dezembro de 2010 (ontem). Dessa forma, a HD manteria o nome Buell vivo apenas o suficiente para poder vender as motos remanescentes em estoque.

Ou seja: todas as patentes desenvolvidas por ele até essa data, além do nome Buell, são propriedade da Harley e não podem ser utilizados em futuros projetos do Erik. A Buell, como a conhecemos, está definitivamente morta.

Vale a pena rever o vídeo do Erik postado no site da companhia no dia do anúncio de que eles estariam encerrando as atividades:

Harley vs. Izzo: a novela terminou

Apesar da nota mal escrita que foi publicada ontem em vários sites de motociclismo (obviamente, um release de assessoria de imprensa que ninguém se deu ao trabalho de checar), hoje há uma declaração oficial que explica melhor o acordo no site do Grupo Izzo.

Em resumo: segundo a nota, acabou a exclusividade da Izzo. Não informam uma data, mas é certo que teremos outros revendedores Harley Davidson por aqui.

Assim como no release anterior, tem um blá blá blá danado de um elogiando o outro que me deixa enojado. A Izzo desrespeitou os consumidores como há muito eu não via uma marca fazer, e a Harley Davidson ficou omissa ao caso até os números do Brasil interessarem a matriz.

De qualquer forma: acabou. Agora é esperar para ver se a presença da marca no Brasil vai melhorar os serviços e o estoque de peças.

Harley vs. Izzo: o fim da briga

A Izzo continua? Essa é uma briga onde só o consumidor apanhou. A matéria abaixo está confusa, diz que a Izzo continua com exclusividade, mas que a marca nomeará novos concessionários no futuro. Todo mundo estava torcendo por um regime de livre concorrência, o que certamente melhoraria os serviços, mas pelo jeito será mais do mesmo.

Do site Motociclismo Online:

Harley-Davidson e Grupo Izzo chegam a acordo
Marca norte-americana nomeará novos concessionários no futuro

A disputa judicial entre Harley-Davidson e Grupo Izzo chegou ao fim. Após desentendimentos e uma briga advocatícia desde março de 2010, a marca norte-americana e o grupo empresarial brasileiro divulgaram nesta quarta-feira (1) mudanças das operações no Brasil. Sem esclarecer exatamente os detalhes, foi anunciado que a HD caminha para uma expansão de sua rede de concessionárias. No entanto, HDSP/Grupo Izzo continuará a distribuir com exclusividade os produtos, porém, sem data definida para terminar.

“Paulo Izzo tem sido um entusiasta, representando a marca no Brasil por muitos anos”, afirma Mark Van Genderen, Vice-Presidente da Harley-Davidson Motor Company (HDMC) para a América Latina. “Como a HDMC começa a partir de agora a exercer um papel mais ativo no Brasil, gostaríamos de agradecer ao Paulo por todo o seu empenho e, mais importante, pela sua paixão pela marca Harley-Davidson”, acrescenta Genderen.

Em resposta aos elogios feitos pela Harley, o Grupo Izzo também se manifestou. “HDSP/Grupo Izzo tem certeza de que a Harley-Davidson manterá o seu grande sucesso no Brasil e agradece o reconhecimento público feito pela Harley-Davidson”, disse Paulo Izzo, diretor-presidente do Grupo Izzo. Como um dos primeiros passos desta nova expansão, a Harley-Davidson recentemente abriu um Escritório Comercial em São Paulo.

Fonte: Motociclismo Online – Rafael Miotto / Raul Fernandes Jr.

UPDATE 02/11/10 – A notícia foi melhor explicada aqui.

Harley vs Izzo: os emails

Quem tentava comprar uma Harley zero estava encontrando muita dificuldade com a atual representante da marca, a Izzo. A média era de 45 dias de espera para emplacar a moto, pois eles faziam um malabarismo (i)legal com a fábrica até o comprador conseguir liberar o Gravame (não sabe o que é? É simples: é o tipo da coisa que você só descobre que existe quando dá merda).

Hoje, a maioria dos vendedores da Izzo dispararam um email dizendo que a situação mudou, e que as motos podem ser emplacadas normalmente. Mas um deles mandou uma declaração muito interessante sobre o processo Izzo vs. Harley:

SUBJECT: GRAVAME

À partir de hoje (25/11) nós teremos todas as motocicletas da Harley Davidson vendidas sem GRAVAME, ou seja, pronta entrega!!!!! Estoque chão (moto que se encontra fisicamente na loja) depois de quitada 4 dias para entrega EMPLACADA!!!! (…) Acabou a novela de 45 dias para emplacar a motocicleta!!!!!

O grupo izzo já acordou com a Harley e todos vocês podem ter certeza de que quando a Harley assumir não teremos mais esse preço, portanto a hora de comprar è agora!!!!

É claro que isso pode ser apenas papinho de vendedor, para que um monte de gente corra para lá achando que vai fazer um bom negócio. Mas o fato de um vendedor da Izzo, pela primeira vez, declarar que um acordo foi feito e que a Harley vai assumir a operação no Brasil, é sinal de que uma mudança está próxima. A maioria deles negava que houvesse algum problema entre a Izzo e a MoCo, apesar do fato ter sido amplamente divulgado na mídia.

Já existem boatos de uma revendedora Harley, sem nenhuma ligação com a Izzo, pronta para ser inaugurada na Faria Lima. Agora é esperar para ver.

Mas um conselho: olhe com carinho as HDs usadas. Muito côxa compra, enche de acessórios, anda uns 5 mil quilômetros e depois coloca a moto à venda, seja para comprar uma moto maior, seja porque se assustou com o perigo e não quer mais andar de moto. Por ser robusta e de manutenção simples, você sempre encontra bons negócios entre as HDs usadas.

Sons of Anarchy: 4ª temporada confirmada

Sou fã da série. Mas você achou que eu ia colocar alguma foto de marmanjo aqui? Qualé rapá!

Da Veja Online:

O canal FX anunciou a renovação de “Sons of Anarchy” com uma quarta temporada de 13 episódios, que deverão estrear em 2011.

Co-produzida pelo Fox 21 e FX Productions, a série ainda tem oito episódios inéditos da terceira temporada, que deverá encerrar no dia 30 de novembro, nos EUA.

“Sons of Anarchy” estreou em setembro de 2008 registrando a média de 2.21 milhões de telespectadores para sua primeira temporada. A segunda conseguiu elevar a audiência, ficando com 3.67 milhões de telespectadores. Sua terceira temporada, que estreou no dia 7 de setembro nos EUA, tem conseguido manter uma média de 4.9 milhões.

Atualmente, a série é uma das maiores audiências do canal, tendo também conquistado a crítica, o que faz com que sua renovação não seja uma surpresa.

Criado por Kurt Sutter, marido de Katey Sagal, que interpreta a personagem Gemma, “Sons of Anarchy” foi inspirada na história de “Hamlet”, de William Shakespeare, muito embora a trama ainda não tenha se desdobrado nesse sentindo. A série apresenta os membros de um clube de motoqueiros vivendo em uma pequena cidade, onde controlam o tráfico de armas da região.

Sonny Barger no Sons of Anarchy

Da esq. para dir.: Kurt Sutter, criador da série, e Sonny Barger.

O último episódio da terceira temporada de Sons Of Anarchy irá contar com uma participação muito especial: Sonny Barger dos Hells Angels, que irá interpretar um dos primeiros First Nine. Segundo a mitologia da série, John Teller e Piney conheceram-se durante a guerra do Vietnã e, ao voltarem aos EUA, fundaram o SAMCRO. Além do personagem de Barger, os únicos First Nine ainda vivos são Clay, Piney e McGee (esse último, não por muito tempo).

Para quem não sabe, Sonny Barger é um dos fundadores do chapter da California do Hells Angels Motorcycle Club, e ficou muito conhecido nos anos 60 em filmes como Hells Angels On Wheels e por causa do livro Hells Angels: a terrible and Strange Saga, de Hunter Thompson.

A série também teve outra participação especial nesta temporada, com Stephen King interpretando um “cleaner”muito sinistro.

Harley vs. Izzo: KTM

Trecho de uma notícia publicada no Motociclismo Online, sobre a KTM fabricar seus primeiros modelos 125 no Brasil:

(…). Além disso, informações de bastidores nos indicavam que a KTM também estaria buscando um novo representante no país. Questionado sobre o assunto, Trunkenpolz confirmou que está em fase de negociações bem avançadas e que esta empresa poderia ser o Grupo Izzo. “Provavelmente seria esta empresa, mas este projeto ainda não foi finalizado e assinado. A apresentação oficial do acordo seria em janeiro de 2011. Na próxima segunda-feira (11) estarei voando para o Brasil para finalizar o contrato”, comentou Trunkenpolz.

Isso mostra que a Izzo deve perder a exclusividade em breve, pois pelo visto ela já está se movimentando há algum tempo em busca de novos negócios.

Espero que ela não faça com a KTM o mesmo que fez com a Harley no Brasil. A fabricante austríaca produz excelentes motos, e seria uma pena ver essa imagem destruída por aqui. Afinal, o que manteve a Harley no Brasil todos esses anos foi a teimosia dos proprietários, aliada ao carisma da marca.